Conterrânea Beatriz Oliveira expõe aguarelas “Ao vivo e a cores” na Biblioteca do Cadaval

Publicidade

Vai estar patente ao público, na Biblioteca Municipal do Cadaval, de 9 a 29 de novembro, a Exposição de Aguarelas “Ao vivo e a cores”, da autoria de Beatriz Lamas Oliveira, artista actualmente residente na localidade da Vermelha.

A mostra de pintura abre oficialmente dia 9, sábado, pelas 15h30. Marque presença, visite!

Beatriz Lamas Oliveira nasceu em Braga (Quinta do Anjo, Ferreiros), residindo, desde maio deste ano, no concelho do Cadaval (Vermelha), e é médica aposentada, na especialidade de Saúde Pública e Medicina Tropical.

A mostra que traz ao Cadaval reunirá cerca de 30 aguarelas e trata, segundo refere a pintora, «de aspectos paisagísticos, marinhas, barcos, pássaros. Não se pode dizer que haja um tema comum, mas há uma pesquisa dos efeitos da aguarelagem». Inclui também retratos dos escritores Alves Redol, Eça de Queirós, Aquilino Ribeiro e José Régio.

Para além do dia de abertura oficial (9 de novembro, sábado, pelas 15h30), a exposição poderá ser visitada de segunda a sexta, das 9h30 às 18h30 e ao sábado, das 10h30 às 17h00.

Currículo artístico de Beatriz Oliveira

A vida artística da autora compreende, além da ilustração, a escrita. Em 1999, publica o seu primeiro romance, “O Inseto Imperfeito”, pela Editora Gradiva.

Em 2013, ilustra o livro “A Lagartixa Casadoira”, da bióloga Luísa Chaves, pela editora “Escola do Mar” e sob patrocínio da Fidelidade Seguros.