Portugal | Poesia sem Números

Publicidade

A mostra Portugal | Poesias sem Números, de Yamamoto Sohei, estará patente no Centro Cultural de Cascais, de 28 de Junho a 31 de Agosto. O artista, que conta com exposições por todo o Japão, estreia-se em Portugal, traduzindo o cotidiano português para a tela. Como resultado, afirmou: “Ao desenhar este país, apercebi-me de que a humanidade nada tinha perdido.”

Yamamoto Sohei (13 de Julho de 1980, Tóquio) cresceu em Fujieda, na prefeitura de Shizuoka, onde começou a expor, tendo-se, mais tarde mudado para os Estados Unidos, licenciando-se na Academy of Art University de São Francisco. Conheceu Portugal, pela primeira vez, na escola primária. “Dado o meu pai ser amante de máquinas fotográficas”, diz, “tinha sempre revistas do género por perto, e havia uma entre elas onde vinham várias fotografias de Portugal, nas primeiras páginas, em destaque.”

A primeira vez que visitou Portugal fê-lo pensar “que continuaria a pintar este país para o resto da vida”: “A figura, a vida e o acanhamento das pessoas ligavam-se à riqueza silenciosa que eu sentia, de tal forma que bastava pintar tal e qual o que via para exprimir cada situação na sua perfeição.”

Com um livro publicado (Yamamoto Sohei: O mundo é feito de estórias, Ed. Kyuryudo Art Publishing Co. Ltd.) e exposições exibidas em todo o território japonês, a obra pictórica de Sohei pretende capturar momentos comuns, tratando-se de um testemunho da vida cotidiana como forma de riqueza.  

O artista transporta agora o desejo de transmutar o dia-a-dia em arte para a realidade portuguesa, numa mostra onde se pode ver o resultado das suas estadias em sítios como a Nazaré e em aldeias portuguesas, ao lado de retratos da família de Sohei. Segundo o artista, as 25 obras que estreia em Cascais concretizam o desejo de se “aproximar e ver Portugal de perto”, ao mesmo tempo que vê “o Japão de um ponto de vista mais remoto.”

A inauguração no dia 28 de Julho, às 18h30, será acompanhada de uma performance por um grupo de dança tradicional japonesa