Luis Sepúlveda em Oeiras

Publicidade

Luis Sepúlveda é o convidado da primeira sessão de 2020 do “Café com Letras”, uma iniciativa municipal que pretende ser um ponto de encontro entre autores consagrados de língua portuguesa e estrangeira e o seu público. O autor chileno vai estar à conversa com Ana Daniela Soares, à volta da sua vida e obra, no dia 17 de Janeiro, às 21:30, na Biblioteca Municipal de Oeiras. A entrada é livre.

Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Romancista, realizador, argumentista, jornalista e activista político reside actualmente em Gijón, em Espanha. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor, História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar e Patagónia Express.

Membro activo da Unidade Popular chilena nos anos 70, teve de abandonar o país após o golpe militar de Augusto Pinochet.

Viajou e trabalhou no Brasil, Uruguai, Paraguai e Peru. Viveu no Equador entre os índios Shuar, participando numa missão de estudo da UNESCO. Sepúlveda era, na altura, amigo de Chico Mendes, herói da defesa da Amazónia a quem dedicou O Velho Que Lia Romances de Amor, o seu maior sucesso.

Em 2016, recebeu o Prémio Eduardo Lourenço.

Ana Daniela Soares Ferreira iniciou a carreira na RTP na rádio Antena 2. Realizou programas e emissões especiais para a Antena 1 e 2. Foi gestora de projecto da operação “Toca a todos”, de luta contra a pobreza infantil, promovida pela RTP. Actualmente, na Antena 1, assina a rubrica “À volta dos livros”, e realiza e apresenta o programa “A páginas tantas”, com Inês Pedrosa, Rita Ferro e Patrícia Reis. Desde 2015 apresenta e coordena o programa de divulgação literária “Todas as palavras”, da RTP 3.