Rúben Faria termina Dakar na segunda posição

Publicidade

O piloto conseguiu a melhor posição de sempre de um português na prova.
O português Rúben Faria terminou o rali Dakar na segunda posição, a melhor de sempre de um português na prova. O piloto foi apenas batido pelo companheiro e chefe de equipa na KTM, o francês Cyril Despres, que conquistou a vitória no Dakar pela quinta vez.

Rúben Faria terminou a 14.ª e última etapa, que ligou La Serena a Santiago do Chile, no segundo lugar, 29 segundos atrás do piloto Francisco “Chaleco” López. A penalização de 15 minutos do piloto chileno, por ter trocado de motor, permitiu ao português consolidar a segunda posição da classificação geral.

Os portugueses Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves terminaram a prova das motos, nos dez primeiros. Hélder Rodrigues foi sétimo e Paulo Gonçalves terminou na nona posição.