Na Fronteira da História: Pelas fortalezas do Alentejo

Publicidade

Caros leitores,

Na terceira parte deste roteiro pela fronteira portuguesa, entramos finalmente no Alentejo, famoso por ter algumas das mais belas fortalezas do país. Marvão é um bom exemplo disso, tal a imponência da vila e da paisagem que envolve o castelo.

A viagem começa, no entanto, em Nisa, de onde os romanos levaram o ouro, seguindo por Castelo de Vide, terra do herói Salgueiro Maia, Portalegre, onde encontramos as famosas tapeçarias, e Campo Maior, intimamente ligada à história do café em Portugal. Elvas, essa, é um caso à parte: não é preferência, antes a constatação de que estamos perante algo único, ou não fosse esta a maior fortaleza abaluartada terreste do mundo.

Em Vila Viçosa encontramos a padroeira de Portugal, cuja coroa nunca mais foi usada por nenhum rei, e em Alandroal descobrimos que o castelo, da época cristã, foi feito por um muçulmano. Monsaraz tem mistérios na terra e no céu, Mourão guarda a memória de D. Sebastião, que ali pernoitou antes da batalha de Alcácer-Quibir, e mais adiante começamos a ouvir o barranquenho…

Estamos a chegar ao fim da rota, mas ainda há tempo para conhecer a princesa moura, na vila com o mesmo nome, contemplar o imponente aqueduto de 19 arcos em Serpa e redescobrir Mértola, antiga capital de um emirado islâmico.

Boas leituras

Destinos sobre carris

Viajar de comboio é uma experiência única, grandes aventuras a bordo de uma carruagem preenchem o imaginário de muitos. Sítios aos quais chegamos em poucas horas, cidades que podemos agrupar num pequeno percurso ou tornar num destino único se assim o entendermos.

Património de A a Zêzere

O Zêzere é um dos nossos mais belos rios, o seu caminho encontra-se logo ao início eternizado pelo belo vale glaciar ao qual deu o nome.

“Maranho da Sertã”

No mês em que o Festival de Gastronomia do Maranho conhece a sua nona edição, a Casa da Cultura da Sertã dá a conhecer, através de exposição fotográfica, os segredos que estão por detrás desta iguaria tão popular e tradicional do Concelho da Sertã.

Os pilares da História

Castelos! Sim, essas magníficas construções seculares que preenchem desde há muito o imaginário das crianças e deslumbram também adultos. Por toda a história que o nosso país carrega, as nossas fortificações são de grande importância patrimonial.

Mondego: Um rio, uma estrada, muitas histórias

Nesta edição vamos focar a nossa atenção no Mondego. O maior e um dos mais importantes rios inteiramente portugueses. Vamos levá-lo por uma viagem desde a sua nascente até à foz, onde as suas águas se fundem com o Atlântico.