Palestra “O puro amor n’ Os Lusíadas: de Inês de Castro à ínsula divina” na BMAD

Publicidade

Nos dias 30 de Janeiro e 4 de Fevereiro, a temática inesiana vai estar em destaque na Biblioteca Municipal Afonso Duarte (BMAD), em Montemor-o-Velho, com a palestra “O puro amor n’ Os Lusíadas: de Inês de Castro à ínsula divina”, proferida por José Augusto Bernardes, director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC).

De entrada livre, a primeira sessão, no dia 30, realiza-se às 14h30 e vai contar com a participação dos alunos da Universidade Sénior da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho.

No dia 4, a partir das 10h30, a palestra tem a participação de alunos do 9º ano da EB2,3 de Arazede e da EBI de Pereira.

As duas sessões realizam-se no âmbito da exposição iconográfica e bibliográfica dedicada a Inês de Castro, “Tu, só tu, puro amor: visões camonianas de Inês de Castro”, da BGUC, que está patente na BMAD, de 2ª a 6ª, entre as 10h e as 18h, até 7 de fevereiro.

Recorda-se que foi no castelo de Montemor-o-Velho que, no início do ano de 1355, decorreu um julgamento sumário levado a cabo por D. Afonso IV, condenando à morte a donzela galega. A 7 de Janeiro, em Coimbra, morre D. Inês Castro, degolada.

Volvidos 664 anos, Montemor-o-Velho pretende evocar novamente a figura D. Inês de Castro, com a exposição “Tu, só tu, puro amor: visões camonianas de Inês de Castro”.

Assim, a história de amor entre o infante do D. Pedro e Inês de Castro é mais um pretexto para visitar a BMAD e uma oportunidade para descobrir as visões e interpretações de diversos artistas, em particular nas ilustrações presentes em diversas edições d’ Os Lusíadas.