Especialistas de diversas áreas do exercício, saúde e nutrição em Tondela

Publicidade

O Seminário de Desporto “Exercício Físico, Saúde e Bem-Estar”, realizado no passado sábado, dia 30 de Março, trouxe a Tondela vários especialistas de diversas áreas do exercício, saúde e nutrição.

O vereador do pelouro do Desporto, Pedro Adão, abriu a sessão perspectivando uma tarde plena de conhecimento e saber para quantos se entregam ao empenhado esforço de melhoria da saúde e bem-estar dos munícipes, através dos projectos “Saúde em Dia” e do Centro Municipal de Exercício Físico Saúde e Bem-Estar.

Seguiu-se uma breve apresentação da estratégia de “Combate ao Sedentarismo, ao Isolamento e à Solidão”, no âmbito dos Programa “Saúde em Dia” (Projectos locais e CMEF-SABE) e das parcerias que sustentam toda a dinâmica desta iniciativa de prática regular e tecnicamente orientada de exercício físico, sob a responsabilidade do chefe de divisão Carlos Henriques.

Os trabalhos continuaram, desta feita com a presença de dois médicos da USF de Tondela, Liliana Mendes e Rui Ferraz, que abordaram as novas orientações legais para que os clínicos de medicina geral familiar procedam ao aconselhamento, até à prescrição, de exercício físico regular aos utentes das consultas médicas, para além, de uma abordagem genérica às recomendações e valor do exercício físico na saúde dos doentes.

Já Alberto Alves veio trazer conhecimentos sobre a prescrição e prática de exercício físico para cidadãos hipertensos, sublinhando que é fundamental conhecer as conclusões de diversos estudos científicos mais recentes e basear a prescrição em bases científicas sustentadas sempre, naturalmente, com um conhecimento real e profundo do praticante. Informou que este é uma área muito importante da prática e da prescrição do treino, face ao número elevado de cidadãos portadores desta patologia.

João Costa Leite, numa temática transversal sobre nutrição, sistemas alimentares para cidades sustentáveis, presenteou a plateia com uma importante comunicação voltada para a necessidade de estabelecimento de redes de parcerias neste domínio, cruzando a produção, a comercialização e o consumo de bens alimentares.

Uma rede geradora de novas dinâmicas de produção, de mercado e de consumo, potenciadora de alterações, urgentes, nos hábitos consumistas e pouco saudáveis que se foram enraizando nas sociedades modernas contrapondo-se,assim, valores nutricionais de uma alimentação verdadeiramente saudável e, também ela, complementar à melhoria da saúde dos cidadãos.

Depois de um momento de pausa, complementada por um lanche saudável, Adilson Marques descreveu as enormes vantagens e benefícios da adesão a uma vida regular de prática diária/semanal de exercício físico.

Por último, Marco Abreu trouxe uma temática fundamental para todos aqueles que praticam desporto em iniciativas pontuais de alta intensidade descurando, muitas vezes, as necessidades de uma prática regular para que o seu corpo responda aos desafios, sem falhas.

As lesões que muitas vezes se adquirem por descuido, podem constituir-se como problemas graves capazes de impedirem a continuidade dos atletas na prática desportiva ou mesmo, serem geradoras de situações extremas de graves repercussões para a vida.

A moderação dos dois momentos de debate esteve sob a coordenação de Pedro Tavares que, sintetizando um conjunto de conclusões, contribuiu para uma interacção mais esclarecedora entre preletores e participantes.

A fechar, a assinatura dos protocolos dos projectos locais “Saúde em Dia” para 2019, com a presença dos dirigentes e directores associativos de mais de quatro dezenas de associações culturais, desportivas e IPSS.