Festival Internacional de Acordeão

Publicidade

O Acordeões do Mundo – Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras vai reunir acordeonistas locais, nacionais e internacionais de 26 de Outubro a 11 de Novembro.

O festival conta com grandes concertos no Teatro-Cine de Torres Vedras, mas também com as tradicionais Merendas do Acordeão, que irão circular pelo território do Concelho.

João Barradas e Vítor Ruas são a dupla portuguesa que começa por subir ao Teatro-Cine de Torres Vedras, para apresentar o espectáculo Diálogo no dia 1 de Novembro, sexta-feira, às 21h30. Um “diálogo” que se assume como uma viagem idiomática, um painel de linguagens entre os tutti.

Da Argentina chega Melingo, para um concerto no dia 2, sábado, às 21h30. O músico argentino apresenta-se de novo em Portugal, em quinteto e com novo repertório e, claro, com as suas músicas mais conhecidas.

Janusz Prusinowski Trio: Harmonia Polska vem da Polónia para actuar no dia 8, sexta-feira, às 21h30. Janusz Prusinowski, músico, cantor, compilador de música tradicional e fundador de uma casa de espectáculos em Lublin (na Polónia) e a sua equipa foram essenciais para o renascimento da música popular polaca ao longo dos últimos anos. Consigo trazem harmonia polska, um tipo de acordeão fabricado em pequenas oficinas da Polónia, personalizado ao gosto do cliente.

Para encerrar os concertos e celebrar os 30 anos do grupo, os Danças Ocultas chegam a Torres Vedras no dia 9, sábado, às 21h30. A formação está entre os representantes mais inovadores da música contemporânea portuguesa, tendo vindo a progredir no universo da música mundo através de um conceito entre o tradicional e o contemporâneo, com apenas quatro acordeões diatónicos.

O Teatro-Cine de Torres Vedras será, ainda, palco de um Baile do Acordeão que está a cargo de Cochayuyo, formação oriunda de Itália e França. Laurent Geoffroy (concertina, accordina e voz) e Elena Valsecchi (concertina e voz) dão forma a este duo, que promete deixar a sala a dançar.