Jazz UAlg actuam em mais uma sessão de Jazz nas Adegas

Publicidade

O grupo Jazz UAlg actuará nos dias 31 de Janeiro e 01 de Fevereiro, pelas 21h00 e 17h00, respectivamente, no Real Picadeiro, em Pêra. As sessões integram a programação do Jazz nas Adegas e terão como vinhos em destaque os produzidos pela Quinta da Malaca. Os bilhetes estão à venda na plataforma BOL.

Nestas sessões o grupo Jazz UAlg, que integra músicos residentes nesta região que apostam no improviso e originalidade em palco, interpretará temas de compositores como Herbie Hancock, Wayne Shorter, Horace Silver, Chick Corea, entre outros, sendo servidos vinhos da Quinta da Malaca que produz cerca de 57.000 litros de vinho tinto, branco e rosé.

Relembramos que nesta edição do jazz nas Adegas, que decorre até maio de 2020, estão previstas, ainda, as seguintes sessões:

28/fev/20 | 21h00 | Cabrita Wines, Silves |BWN
29/fev/20 | 17h00 | Cabrita Wines, Silves |BWN
06/mar/20 | 21h00 | Herdade Barranco do Vale, São Bartolomeu de Messines | Cool Manouche
07/mar/20 | 17h00 | Herdade Barranco do Vale, São Bartolomeu de Messines | Cool Manouche
20/mar/20 | 21h00 | Paxá Wines, Silves | Chibanga Groove
21/mar/20 | 17h00 | Paxá Wines, Silves | Chibanga Groove
03/abr/20 | 21h00 | JAAP, Silves | Edgar Caramelo Quarteto
04/abr/20 | 17h00 | JAAP, Silves | Edgar Caramelo Quarteto
17/abr/20 | 21h00 | Quinta do Barranco Longo, Algoz | Quarteto Luis Bastos
18/abr/20 | 17h00 | Quinta do Barranco Longo, Algoz | Quarteto Luis Bastos
08/mai/20 | 21h00 | Marquês dos Vales, Lagoa | Tamal Hot Band
09/mai/20 | 17h00 | Marquês dos Vales, Lagoa | Tamal Hot Band
23/mai/20 | 17h00| Armação de Pêra | Al-Fanfare

O Jazz nas Adegas é organizado pela Câmara Municipal de Silves e integra, mais uma vez, a programação cultural 365 Algarve, contando com produção artística do Ginásio Clube de Faro. Trata-se de uma iniciativa que ambiciona proporcionar ambientes marcantes e diferenciadores em sessões realizadas na casa dos produtores dos Vinhos de Silves. O público tem a oportunidade de conhecer adegas que se localizam principalmente no interior algarvio, onde podem conhecer o “outro Algarve”.

Durante as sessões o público usufrui de um concerto de jazz, de estilos diferentes, onde as sonoridades se adaptam aos ambientes que cada produtor proporciona. O ambiente é pensado em pormenor procurando garantir ao público que a experiência que vive na adega perdure na sua memória. Ao longo do evento são oferecidas ao público 3 provas de vinho do anfitrião, harmonizadas com tapas concebidas com produtos regionais. Os ingressos têm um custo associado de 12 euros (inclui, para além do concerto, prova de vinhos do produtor, degustação de tapas de produtos locais, voucher de visita ao Castelo e Museu Municipal de Arqueologia e a oferta de uma garrafa de vinho), encontrando-se à venda na plataforma BOL em https://cmsilves.bol.pt/ ou num dos seguintes locais: FNAC, Worten, El Corte Inglés, CTT Correios, Pousadas da Juventude, Quiosques Serveasy. O evento destina-se a maiores de 18 anos.

Info: Sector de Turismo da CMS | tel.: 282 440 800 | email: turismo@cm-silves.pt.

MAIS SOBRE JAZZ UALG

O JazzUAlg é um grupo cultural e artístico que tem por objectivo a preparação, interpretação e divulgação da música jazz. Este grupo está inserido num projecto da universidade do Algarve e integra músicos residentes nesta região que apostam no improviso e originalidade em palco, interpretando temas de compositores como Herbie Hancock, Wayne Shorter, Horace Silver, Chick Corea, entre outros.

» FICHA ARTÍSTICA

André Rocha (Violoncelo)
Carlos Boita (Teclas)
César Mogo (Guitarra)
Miguel Martins (Guitarra)
Fernando Júdice (Baixo)
Genoveva Faísca (Voz)
João Aleixo (Bateria)
Rui Cabral e Silva (Saxofone alto)

MAIS SOBRE A QUINTA DA MALACA

Os vinhos Malaca, produzidos numa herdade de nove hectares de solos de areia, localizada na freguesia de Pêra, próximo do mar, iniciou a sua produção em 2010. Luís Cabrita, seu proprietário, a via o pai produzir vinho pelo método tradicional de vinificação e para consumo próprio. Após o seu falecimento e em jeito de homenagem, iniciou este projecto.

Usando métodos e técnicas modernos, produz vinho tinto, branco e rosé, tendo escolhido o nome Malaca por ser o nome atribuído aos terrenos onde se encontram grande parte das vinhas.

Actualmente a propriedade conta com 18 hectares de vinha, havendo intenção de vir a aumentar a área de plantação, conforme a necessidade do mercado.