Colar de Honra ao Mérito Desportivo atribuído a Paulo Gonçalves

Publicidade

O piloto esposendense Paulo Gonçalves foi condecorado, no dia 29 de Janeiro, a título póstumo, com o Colar de Honra ao Mérito Desportivo, a mais alta distinção que o Governo pode entregar no campo desportivo. A condecoração ocorreu na 24.ª Gala do Desporto, da Confederação do Desporto de Portugal, pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues que tutela a pasta do Desporto.

Esposende fez-se representar pelo presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira e pelo presidente da Junta de Freguesia de Gemeses, Eduardo Maia, a convite da Confederação do Desporto de Portugal, numa cerimónia em que foram distinguidos os atletas com o prémio “Desportistas do Ano” e o Prémio Alto Prestígio da CDP, a António Gentil Martins e à Unidade de Medicina Desportiva e de Treino. A canoísta Teresa Portela (também de Gemeses) estava nomeada para Atleta Feminino do Ano.

A Confederação do Desporto de Portugal quis prestar homenagem ao Homem que, em 16 de novembro de 2016, recebeu no mesmo evento e naquele palco o Prémio de Ética no Desporto, atribuído pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude. O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo associaram-se à homenagem, tendo a condecoração sido entregue ao presidente da Federação de Motociclismo de Portugal, Manuel Marinheiro.

Na recepção do Casino do Estoril esteve patente o capacete do malogrado piloto esposendense, centrando as atenções dos muitos atletas que acorreram à cerimónia.

Tiago Brandão Rodrigues enalteceu os “extraordinários feitos e altruísmo” do motard, tal como o presidente da Confederação do Desporto de Portugal, Carlos Paula Cardoso que lamentou a perda para o desporto nacional e para o motociclismo em particular