Castelo de Silves

Fotografia: Município de Silves
Publicidade

O maior castelo de todo o Algarve surge imponente no cimo da cidade de silves. É considerado um dos monumentos mais belos de toda a região e é também o mais bem conservado exemplar da arquitectura militar islâmica em Portugal.

Localizado sobre a foz do rio Arade, o Castelo de Silves possui uma cor avermelhada por via do grés vermelho, amplamente existente na região, e usado no revestimento das suas muralhas.

A magnífica edificação está dotada de uma cortina de muralhas com 11 torreões. Edificado nos primórdios da dominação islâmica, provas arqueológicas colocam a data inicial da sua construção no longínquo século VIII.

O castelo contribuiu para a importância que Silves atingiu durante a ocupação islâmica da península ibérica. No século XI esta cidade algarvia foi capital de uma taifa (reino islâmico independente), terá sido nesta altura que foram erguidas as muralhas que existem actualmente.

Anualmente, o município de Silves, realiza durante o mês de Agosto uma feira medieval, afamada pelas suas recriações históricas com base no passado muçulmano de Silves.

Pela mão de portugal

Com o auxílio de cruzados ingleses e alemães, D.Sancho I foi o primeiro rei português a conquistar a fortificação de  Silves em 1189, todavia, dois anos depois uma investida muçulmana recuperou o castelo. Só em 1250, pela mão do rei D.Afonso III, Silves viria a ficar definitivamente em mãos portuguesas.

O terramoto de 1755 provocou imensos estragos ao monumento, mas a Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, ciente da importância histórica desta construção, levou a cabo entre as décadas de 30 e 40 do século passado, uma grande obra de restauro.

Felizmente, graças ao bom estado de conservação, podemos hoje admirar em plenitude uma das mais fiéis construções militares islâmicas, ainda existentes em Portugal. Elevado a Monumento Nacional em 1910, o Castelo de Silves é um marco da nossa história.

Leia mais em: https://descla.pt/?p=117110