Na Fronteira da História: Pelas fortalezas do Centro

Publicidade

Caros leitores,

A nossa viagem pela fronteira portuguesa continua em Figueira de Castelo Rodrigo, que a certa altura da sua história quis ser espanhola, quando tomou o partido de D. Beatriz na crise de sucessão de 1385. É uma das Aldeias Históricas de Portugal, a par de Almeida e Sabugal, que também entram nesta edição.

Penamacor, o quarto destino desta segunda revista, tem uma torre que hoje serve de miradouro, do qual avistamos a “aldeia mais portuguesa de Portugal”, Monsanto, e as serras da Gardunha, Estrela e Malcata.

Idanha-a-Nova, a seguir, tem muitos castelos, sem contar os que já desapareceram, e em Castelo Branco descobrimos que a fortaleza é uma réplica de outra construída há muitos séculos na então chamada Terra Santa, hoje território sírio.

A viagem acaba em beleza, no arrebatador cenário das Portas de Ródão. Que mais poderíamos pedir? Apenas que venha a próxima edição, em meados de Novembro, onde havemos de percorrer a raia alentejana.

Boas leituras

Pelas encostas do Vale do Côa

Pelas encostas do Vale do Côa

0
O rio Côa é o exemplo perfeito de como a importância de um rio não se mede pelos quilómetros de extensão do seu caudal. Este belo curso de água destaca-se pela sua pureza, abraça a natureza por onde passa e conseguiu também no passado defender o nosso país.

Sericaia

0
A sericaia marca presença nas mesas alentejanas, aquando de ocasiões festivas, desde há muito, costuma ser acompanhada de ameixas d´Elvas confitadas e escorridas.

Capela dos Ossos de Monforte

0
A Capela dos Ossos de Monforte é a mais pequena destas edificações existentes em Portugal. Tem uma área de pouco mais de quatro metros quadrados, no entanto, a espetacularidade do espaço é enorme.
Doces tradições

Doces tradições de norte a sul de Portugal

0
Nesta edição conhecemos iguarias de excelência, apreciadas um pouco por todo o mundo, os nossos doces têm uma reputação que já vai além-fronteiras.

A Serra de Sintra

0
A Serra de Sintra é um lugar místico, fértil em lendas e mistérios. Desde há muito que em Sintra a natureza e o oculto andam de mãos dadas.