“Odeio este tempo Detergente”, com Maria João Luís e Ana Nave

Publicidade

Após o sucesso de Portugal, Meu Remorso, um espectáculo a partir da obra de Alexandre O’Neil, Ana Nave convida Maria João Luís e o propósito é a criação de um espectáculo a partir da obra de Ruy Belo, um dos maiores poetas do século XX.

Não é possível fazer a história da poesia portuguesa do século XX sem falar de Ruy Belo. Um corpo poético que entre 1961 e 1978, ano da sua morte prematura, não deixou ninguém indiferente. Uma obra à qual não é possível colar rótulos e que é atravessada por uma ideia de construção feita de casas, pássaros, árvores, homens em trânsito, jogos de luzes e sombras com o espaço e o tempo. Em Ruy Belo o humanismo não se explica, expõe-se através de perplexidades.

A selecção dos poemas está a cargo de Rui Lagartinho, tendo sido iniciada com a ajuda de Teresa Belo, viúva de Ruy Belo.

Local: Centro Cultural de Lagos (Auditório Duval Pestana)
Org.: CMLagos
Classificação Etária: M/12
Bilhetes: € 10,00 (aplicam-se os habituais descontos)

Ficha artística
Direcção artística: Ana Nave
Interpretação: Maria João Luis e Ana Nave
Selecção de poemas e dramaturgia: Rui Lagartinho
Direcção Musical e interpretação: José Peixoto
Desenho de luz: (a definir)
Vídeo: Nuno ‘Azelpds’ Almeida
Figurinos: Rafaela Mapril
Produção executiva: Mónica Talina
Apoio à circulação: Fundação GDA
Uma Coprodução São Luiz Teatro Municipal e Arte33