Exposição “Vamos ser Geoparque Algarviensis: o que é isso? Um território aspirante a Geoparque Mundial da UNESCO” inaugura em Salir a 5 de Janeiro

Publicidade

Numa ação conjunta entre os Municípios de Loulé, Silves e Albufeira, abrirá ao público, no próximo dia 5 de Fevereiro, pelas 12h00, no Posto de Turismo de Salir, a exposição “Vamos ser Geoparque Algarviensis: o que é isso? Um território aspirante a Geoparque Mundial da UNESCO”.

Esta exposição itinerante, que estará patente ao público até ao dia 3 de Fevereiro em Salir, e posteriormente passará pelos concelhos de Silves (possivelmente em Março e ficando visitável na Casa-Museu João de Deus, em S. B. de Messines) e de Albufeira (em Fevereiro), procura explicar como este projecto de desenvolvimento integrado do território, que parte do património geológico, visa dar novas vidas a estes espaços, tornando-os destinos apetecíveis para investir, viver e visitar de modo sustentado e alinhado com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas.

Este projecto, em relação ao qual todos somos convidados a ser embaixadores, resulta do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos municípios de Loulé, Silves e Albufeira que juntaram esforços e, ao longo do último ano, têm vindo a trabalhar num dossiê para uma candidatura com vista a receber da parte da UNESCO a classificação de Geoparque Mundial. O achado paleontológico Metoposaurus algarvensis inspirou este projecto intermunicipal que tem ainda um longo caminho a percorrer – até porque neste momento é “aspirante” – integrando como um dos seus principais objectivos a dinamização deste território para contrariar a desertificação do interior da região.