PINHEL acolhe concerto da Orquestra Filarmónica Portuguesa com o Coro de Câmara Filarmónico de Berlim

Publicidade

A abrir 2020, as comemorações dos 250 anos da elevação de Pinhel à categoria de Cidade aliam-se às comemorações dos 250 anos do nascimento de Beethoven, um dos maiores compositores da História da Música.

É neste contexto que Pinhel vai ser palco de um Concerto Sinfónico a cargo da Orquestra Filarmónica Portuguesa e do Coro de Câmara Filarmónico de Berlim que, juntos, irão apresentar de forma memorável a 9ª Sinfonia de Beethoven.

A iniciativa está agendada para dia 17 de Janeiro, às 21:00h, e terá lugar no Centro Logístico de Pinhel.

Para conhecimento e divulgação, junto enviamos informação referente à iniciativa que surge também como manifestação de apoio do Município de Pinhel à candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027.

Orquestra Filarmónica Portuguesa

Fundada em maio de 2016 por Osvaldo Ferreira e Augusto Trindade, a Orquestra Filarmónica Portuguesa (OFP) rapidamente captou a atenção do meio musical e artístico português, sendo já amplamente reconhecida, pelo público e pela crítica, como uma das melhores orquestras sinfónicas nacionais.

O elevado padrão de exigência impresso desde a sua génese, levam-na a integrar um conjunto de músicos de elevado nível técnico e artístico, como sejam instrumentistas premiados em concursos nacionais e internacionais, ex-integrantes da Orquestra Jovem da União Europeia e músicos estrangeiros residentes em Portugal. Ao juntarem-se a este projecto diferenciador e inovador, estes músicos contribuíram para a criação de uma orquestra que é já, hoje, uma referência e um símbolo de qualidade.

Orquestra Filarmónica Portuguesa

Coro de Câmara Filarmónico de Berlim

O Coro de Câmara Filarmónico de Berlim tem-se posicionado, desde a sua fundação, como um dos mais extraordinários coros desta cidade alemã.

Os seus membros são ambiciosos e jovens estudantes de canto, oriundos de todas as regiões da Alemanha, e que combinam o seu amor pela música coral ao mais alto nível numa interpretação inspiradora e significativa.

A experiência dos profissionais, em paralelo com o entusiasmo frenético dos leigos, resulta numa mistura empolgante, na qual todos são estimulados a darem o seu melhor contributo – todos são importantes, activos e dão forma à música. E assim, as obras dos séculos XVII, XVIII, XIX ou XX soam sempre actuais e vivas. Os programas variados são complementados por obras-primas populares e peças charmosas, quase desconhecidas, apresentando-as numa visão nova e fresca.

Coro de Câmara Filarmónico de Berlim