Prémio Camões vai para Dalton Trevisan

Publicidade

Escritor brasileiro foi esta segunda-feira distinguido com o maior prémio da literatura portuguesa.
O escritor brasileiro Dalton Trevisan foi esta segunda-feira distinguido com o Prémio Camões, o mais importante da literatura portuguesa.

O júri justifica a distinção com o facto de de tratar de “um dos maiores escritores brasileiros da actualidade” e o “maio contista moderno do Brasil”. O premiado foi jornalista e crítico de cinema antes de se dedicar à literatura.

Trevisan é conhecido pela originalidade das histórias que escreve e pelo mistério que mantém em torno da sua vida pessoal. Não gosta de ser fotografado nem de dar entrevistas e quase nunca é visto na rua.

Agora vai receber cem mil euros, valor do Prémio Camões, sucedendo a Manuel António Pina, vencedor no ano passado.

O Prémio Camões foi criado em 1989 e é atribuído anualmente a um escritor cuja obra contribua para a projeção da língua portuguesa no mundo. Miguel Torga foi o primeiro a recebê-lo.