A Máquina Gigante. Fotografia: Museu do Conhecimento
Publicidade

Percorrer um labirinto de espelhos, saltar num chão musical, entrar numa Casa Inacabada. Tudo isto e muito mais vai poder ser feito pelos mais pequenos a partir do dia 20 de Novembro no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, na nova exposição permanente, “Tcharan! Circo de Experiências”.

A mostra, inaugurada na Semana da Ciência e da Tecnologia, consiste num espaço com mais de 800 m2 onde a emoção do parque se junta à aventura do circo. Um dos grandes atractivos é a Casa Inacabada, que regressa com uma nova cenografia.

A exposição é composta por nove módulos, em que as crianças dos três aos 12 anos vão aprender de forma divertida conceitos de Física, Biologia, Matemática ou Engenharia. Na “Marioneta Hércules”, os participantes são convidados a sentar-se e puxar a corda e a mão da marioneta, tentando descobrir em que mão fazem mais força…

Quantos narizes de palhaço consegue apagar em 30 segundos? É o desafio “No Nariz do Palhaço”, para testar a velocidade de resposta a estímulos. Um desafio totalmente diferente é a “Fábrica Azul”, na qual os mais novos vão poder inventar ou construir ao ritmo da imaginação, usando tijolos e cilindros, calhas, canais e parafusos gigantes: animais ou robôs, barcos ou aviões, casas ou mesmo cidades.

“Na Língua do Sapo”, os pequenos vestem um fato e sobem o músculo do anfíbio. Será que ficarão colados? O “Cheira bem, cheira a memória”, esse, convida a fechar os olhos e inspirar, tendo descobrir que cheiros e memórias escondem as flores.

O “Caleidoscópio Gigante” é para brincar e explorar, e a Máquina Gigante, onde a ciência está sempre em movimento, testa o atrito, gravidade, inércia e energia.

Em “É Frutóchocolate!”, as crianças têm que lançar a bola com a mão, a fisga ou pelas rampas, tentando derrubar os gelados que aparecem, e há ainda uma corrida, a “Partida, Lagarta, Fugida”, uma competição amigável em cima do animal preferido de cada um.

A “Tcharan! Circo de Experiências” pretende desenvolver competências sociais, científicas, artísticas e motoras dos mais novos, numa exposição que estimula a criatividade e o espírito colaborativo. A exposição vai ser inaugurada no dia 20, às 18 horas.