Prémio de 3.000 euros para Curtas-Metragens

Publicidade

Os melhores filmes de produção nacional assim como a produção local de curtas-metragens estão habilitados aos prémios vistacurta 2019. As inscrições estão abertas até 30 de Junho e em jogo estão 3.000 euros em prémios para as duas melhores produções, que poderão ser vistas em Viseu, no último trimestre de 2019.

Os prémios estão integrados no contexto do vistacurta, em que os filmes de produção nacional perspectivam a questão da interioridade. As condições e regras de participação estão disponíveis no regulamento em www.vistacurta.pt.

Em 2018, João Vladimiro conquistou o prémio da competição nacional com Anteu, um filme rodado na aldeia de Covas do Monte, São Pedro do Sul, com a participação dos habitantes como actores. Da produção local, foram vários os filmes e os realizadores que passaram pelo Cine Clube de Viseu. Sheila, de Gonçalo Loureiro, natural de Viseu, foi o vencedor em 2018.

-Promovido pelo Cine Clube e Câmara Municipal de Viseu, os dois prémios pretendem, por um lado, divulgar a produção audiovisual associada à região de Viseu, e por outro, reflectir sobre um país de altos contrastes e grandes clivagens sociais chamado Portugal.

-Ao longo do ano, a programação do Cine Clube assegura a divulgação na cidade e região de dezenas de obras cinematográficas, contribuindo para a diversidade do panorama cultural e para a divulgação de autores e cinematografias normalmente arredadas dos circuitos comerciais. Em 2010, surgiu o vistacurta, um ponto de encontro em volta do cinema independente associado à região de Viseu, mostrando também a produção de âmbito nacional que interpela a questão da interioridade. A edição 2019 decorrerá no último trimestre do ano, e além dos filmes oferecerá também conversas com o público, aulas de cinema, workshops e concertos.