Póvoa de Varzim promove festival internacional de música

Publicidade

O XXXV Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim vai decorrer entre os dias 5 e 27 de julho.
O 35º Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim realiza-se de 5 a 27 de julho e tem como objetivo destacar o município além-fronteiras.

O evento é composto por três eixos musicais: a música antiga; a que percorre as fases do período clássico, romântico e moderno dos séculos XX e XXI; e a nova música portuguesa.

Harmonia de instrumentos

No que respeita à Música antiga a programação conta com os seguintes concertos: no dia 6 de julho sobe ao palco o Vox Luminis; a 15 de julho tem lugar o concerto d’Os Músicos do Tejo dirigido por Marcos Magalhães; no dia 16 de julho é a vez do Ensemble Heptachordum; a 18 de julho tem lugar a estreia em Portugal do grupo L’Avventura London, em parceria com músicos portugueses; no dia 20 de julho sobem ao palco The Gabriel Consort & Players e por fim, a 23 de julho realiza-se o concerto do agrupamento galego Resonet de Santiago de Compostela.

A música de câmara dos períodos clássicos, romântico e moderno dos séculos XX e XXI vai estar a cargo do Quatuor Ardeo, quarteto de cordas francês em estreia em Portugal, de Pavel Gomziakov e Louis Lortie, de Pavel Sporcl e Miguel Borges Coelho, do Quarteto Verazin, de Pedro Burmester e do Quarteto de Matosinhos.

A iniciativa conta ainda com dois espetáculos de géneros musicais variados. Um realiza-se no dia 11 de julho pelo violinista clássico checo Pavel Sporcel e pelo Gipsy Way Ensemble, agrupamento de música cigana. No dia 27 de julho sobe ao palco, e para encerrar o festival, o L’Arpeggiata da tiorbista austríaca Christina Pluhar