Lisboa vai receber Fórum Mundial das Cidades de Cultura em 2019

A rede internacional é composta por 38 cidades que elegem a cultura como motor da promoção urbana e da cidadania, colocando-a no centro das políticas públicas e do planeamento das urbes

Lisboa
Publicidade

Qual o papel da cultura na construção de cidades abertas e tolerantes, na abordagem dos desafios ambientais e na de atracção de públicos? A resposta vai ser dada no Fórum Mundial das Cidades de Cultura, que vai decorrer em Lisboa no próximo ano, anunciou a Câmara Municipal.

A rede internacional é composta por 38 cidades que elegem a cultura como motor da promoção urbana e da cidadania, colocando-a no centro das políticas públicas e do planeamento das urbes. Lisboa foi escolhida pelo seu “posicionamento estratégico como uma capital aberta, central e cosmopolita, com uma vocação internacional”, refere a autarquia.

“Lisboa é membro deste fórum há pouco tempo e é para nós uma grande satisfação fazer parte deste grupo de cidades. Estamos totalmente empenhados em trabalhar para esta rede e por isso tomámos a decisão de acolher esta cimeira”, sublinha a vereadora da Cultura, Catarina Vaz Pinto, citada na nota de imprensa.

Para a presidente do fórum, e vereadora da Cultura e Indústrias Criativas de Londres, Justine Simons, é “uma grande notícia a escolha de Lisboa para a realização da próxima cimeira anual, juntando líderes de cidades de vários pontos do globo para partilharem ideias sobre o crescente papel da cultura no desenvolvimento urbano”.

“A cultura tem o poder de transformar vidas, tornando as nossas cidades mais acolhedoras. Lisboa é uma cidade aberta e vibrante, vai ser uma grande anfitriã e irá certamente contribuir para nos inspirar ainda mais”, acredita a responsável.

Este ano, a cimeira decorreu na cidade de São Francisco, Estados Unidos da América, onde foi conhecido o anfitrião de 2019. A partir do próximo ano, a capital portuguesa vai também assumir a co-presidência do Comité de Cultura da União das Cidades e Governos Locais, a única plataforma mundial que junta cidades, redes e organizações, para trabalharem juntas em políticas culturais locais e desenvolvimento sustentável.