CCVF apresenta nova edição do ‘Circus Arts’

Publicidade

Pelo terceiro ano consecutivo, o Centro Cultural Vila Flor (CCVF), em Guimarães, recebe um fim de semana intensivo que aposta em contribuir para impulsionar o Novo Circo em Portugal. Do programa fazem parte dois espectáculos: Três, peça para três intérpretes e mastro chinês, uma criação que junta o português Leonardo Duarte Ferreira, a brasileira Joana Nicioli e o francês Antonin Bailles; e Lähtö / Départ, a mais recente produção da companhia finlandesa WHS, dirigida pelo mágico e artista visual Kalle Nio. Para além dos espectáculos, o programa do ‘Circus Arts’ integra ainda uma sessão de esclarecimento sobre a rede CircusNext, uma oficina para famílias e uma masterclass dirigida a artistas, performers e encenadores. De 23 a 25 de Março, em Guimarães.

O programa da 3ª edição do ‘Circus Arts’ arranca às 16h00 do dia 23 de Março, sábado, com uma sessão de esclarecimento sobre a rede CircusNext, organizada pelo CCVF e pelo Teatro da Didascália, membros desta rede europeia, que assumem assim a importância de trabalhar com os artistas nacionais na estruturação de um caminho para a afirmação da criação de obras de circo contemporâneo em Portugal e sua posterior internacionalização. Nessa sessão, convoca-se a comunidade artística no domínio do circo contemporâneo para um início de processo com vista à preparação de candidaturas capazes de serem seleccionadas e apoiadas no próximo ‘open call’ da rede CircusNext.

Três, o primeiro espectáculo do programa ‘Circus Arts’ sobe ao palco do Pequeno Auditório do CCVF, às 18h30. Peça para três intérpretes e mastro chinês, Três é uma criação que junta o português Leonardo Duarte Ferreira, a brasileira Joana Nicioli e o francês Antonin Bailles, cuja estreia nacional acontece em Guimarães. O espectáculo parte de um conjunto de três mundos distantes onde três seres errantes vagueiam e atravessam diferentes lugares no seu caminho. O mastro empurra os corpos e faz com que eles convirjam uns contra os outros. Ele é o guia de uma história sem princípio nem fim, sem altos e baixos e, no entanto, tudo acaba por se interligar. Com o mastro, o chão e um cenário minimalista, Três traz a palco uma conversa entre os corpos.

À noite, a partir das 21h30, o Grande Auditório do CCVF recebe a companhia finlandesa WHS, que traz a Guimarães o espectáculo Lähtö / Départ, encenado pelo mágico e artista visual Kalle Nio. A performance leva a palco um casal que foi afastado um do outro e que flutua agora numa imagética de sonho e ilusão. Inspirado pelo trabalho dos ilusionistas do séc. XIX, a performance cria uma atmosfera misteriosa onde o humor absurdo e a tragédia alternam. Lähtö / Départ evoca uma experiência teatral única, onde o circo, a magia, a dança, os figurinos e as artes visuais se fundem. Ambos os espectáculos podem ser assistidos através de um bilhete conjunto pelo valor de 12,50 euros, havendo também a possibilidade de assistir a “Três” pelo custo de 7,50 euros e a Lähtö / Départ por 10,00 euros.

Na manhã de domingo, 24 de Março, às 11h00, o ‘Circus Arts’ alastra-se ao Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) através da oficina para famílias ‘Máquina de Fazer Museus’, uma oportunidade de conhecer o CIAJG através dos sentidos, de um jogo, de uma história nunca contada. Recordamos que, uma vez por mês, sempre ao domingo, as famílias são convidadas para uma oficina de exploração da colecção do museu. Neste fim de semana dedicado ao novo circo, Leonardo Ferreira, um dos performers de Três, é convidado a coordenar uma oficina criativa sobre técnicas circenses. Dirigida a famílias com crianças a partir os 5 anos de idades, a ‘Máquina de Fazer Museus’ tem um custo de 2,00 euros, estando a participação sujeita a inscrição até ao dia 21 de março, através de telefone 253424700 ou e-mail mediacaocultural@aoficina.pt.

O ‘Circus Arts’ retorna ao CCVF na segunda-feira, 25 de Março, das 16h00 às 19h00, para uma masterclass orientada pelo grupo VHS, destinada a artistas, performers e encenadores que utilizem a projecção de vídeo nos seus trabalhos, tendo como objectivo encontrar novos caminhos que combinem a projecção com espaços tridimensionais e com os próprios performers. A masterclass tem o custo de 15,00 euros e inclui o acesso ao espectáculo Lähtö / Départ. As inscrições podem ser efectuadas até 21 de Março através do formulário disponível no site www.ccvf.pt.