Sociedade Portuguesa de Autores atribui prémio de melhor programação autárquica a Óbidos‏

A SPA destaca o trabalho desenvolvido em prol da Cultura no ano de 2015, nomeadamente na área da Literatura

O presidente da Câmnara Municipal de Óbidos, Humberto Marques, durante o FOLIO. Fotografia: Arquivo MO
Publicidade

A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) distinguiu a Câmara Municipal de Óbidos com o Prémio de Melhor Programação Autárquica, pelo trabalho desenvolvido em prol da Cultura no ano de 2015, nomeadamente na área da Literatura, anunciou o município. O galardão vai ser entregue a 22 de março, no Teatro Nacional D. Maria II, durante a Gala “Prémio Autores”, transmitida em direto pela RTP.

Este prémio segue-se à distinção, em dezembro, por parte da Unesco, que integrou Óbidos na rede mundial de Cidades Criativas da Literatura, já depois de a vila ter organizado, em outubro, o primeiro FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos.

“Óbidos é uma vila literária. O objetivo de envolver as pessoas e o património neste processo de desenvolvimento de um território criativo, em que a literatura se torna uma alavanca de desenvolvimento económico e social, fizeram deste sonho algo ainda maior”, sublinha David Vieira, do Gabinete de Comunicação e Design da Câmara Municipal de Óbidos.

A candidatura de Óbidos à rede de cidades literárias da Unesco foi apresentada em junho e assenta, entre outros fatores, no projeto “Vila Literária”, que está a ser desenvolvido na vila desde 2011, numa parceria entre a autarquia e José Pinho, da editora Ler Devagar.

A iniciativa levou à criação de 11 livrarias em espaços degradados ou inutilizados, entre os quais uma igreja, um mercado biológico, uma antiga adega e uma escola primária desativada. O FOLIO foi o último grande evento desse projeto.

Além de Óbidos, integram a lista da Unesco de Cidades Criativas na área da Literatura Barcelona (Espanha), Edimburgo (Escócia), Melbourne (Austrália), Iowa City (Estados Unidos da América), Dublin (Irlanda) Reiquejavique (Islândia), Norwich (Inglaterra), Cracóvia (Polónia), Heidelberg (Alemanha), Dunedin (Nova Zelândia), Granada (Espanha) e Praga (República Checa).