Ferreira do Zêzere recebe o 12º festival gastronómico do lagostim de rio

Em todo o concelho, vários restaurantes confeccionam diferentes pratos em que a iguaria principal é o lagostim de rio

Publicidade

O mais exótico festival gastronómico de Ferreira do Zêzere está de regresso. A partir do dia 29 de Março começa a décima segunda edição do festival gastronómico do lagostim de rio, em 6 restaurantes e 3 estabelecimentos tapas e doces do concelho com ementas e petiscos irresistíveis.

As águas límpidas do Zêzere proporcionam condições únicas para o habitat destes apreciados crustáceos de água doce e é em Abril que se encontram na melhor fase do ano para serem pescados e confeccionados de acordo com os chefes dos restaurantes que são já especialistas na preparação de pratos originais e surpreendentes com lagostim, que vão desde entradas, sopas a pratos principais diversos, de apresentação mais gourmet ou mais tradicional conforme a ementa seleccionada.

Consulte o cartaz para criar a sua surpreendente aventura gastronómica. Para além dos restaurantes aderentes, o festival estende a iguaria a estabelecimentos de Tapas&Petiscos onde é possível saborear o lagostim como petisco de balcão, em franco convívio com amigos.

Tendo em conta a grande afluência de público, aconselha-se a que realize uma marcação prévia, para que o seu programa decorra com a naturalidade desejada. Facilitamos-lhe a vida e deixamos os contactos dos estabelecimentos aderentes: A Grelha do Zêzere (F. do Zêzere; 249362300), Quinta do Adro (F. do Zêzere; 249366296), Fonte de Cima (Dornes; 249366302), O Rio (Dornes; 249366411), Manjar S. Miguel (F. do Zêzere; 249362225), Pizzaria Toscana (F. do Zêzere; 249362315). Tapas & petiscos: Café Petiscos “O Mocho” (F. do Zêzere; 249362325), Café Fredybeer (F. do Zêzere; 960277087) e Pastelaria “Pérola do Zêzere” (F. do Zêzere; 249362402).

De 29 de Março a 28 de Abril, descubra Ferreira do Zêzere enquanto prova deliciosos pratos onde o lagostim é a imagem de marca. O evento decorre às sextas, sábados e domingos.